Justiça manda recolher os livros “Sem Medo de Viver” de Max Lucado

O pedido foi feito pela escritora de livros espíritas Zíbia Gasparetto que acusa a editora de cópia de título para tentar enganar seus leitores


Justiça manda recolher os livros "Sem Medo de Viver" de Max Lucado

O livro “Sem Medo de Viver” do pastor Max Lucado será recolhido das livrarias do Brasil devido a uma ordem judicial. A editora Thomas Nelson foi processada pela autora espírita Zíbia Gasparetto que afirma que a tradução do título da obra foi copiada de um de seus livros para confundir os leitores.

O título original da obra do pastor americano é “Feraless” que significa “Sem Medo”, mas a versão em português ficou com o mesmo título que a obra de Zíbia, lançada em 1986. O que fez com que a autora brasileira reclamasse judicialmente da semelhança entre os títulos, mesmo sendo de autores diferentes.

O advogado de Zíbia Gasparetto, José de Araujo Novaes Neto, pediu o recolhimento do livro e ainda uma indenização por danos morais e materiais. A editora não comentou a decisão, mas cabe recurso.


  Programa que ensina a Bíblia vira febre na Internet


O livro de Max Lucado foi lançado em 2009 e trata sobre o medo, o autor tenta compartilhar experiências que o ajudaram a vencer seus temores. O livro traz treze medos normais de para qualquer ser humano como não ser importante, desapontar Deus, medos de desafios, medo da violência e outros.

Max Lucado tem um estilo que aproxima os leitores dos problemas corriqueiros mostrando como superá-los. Seus livros se tornaram verdadeiros sucessos no Brasil, entre eles “O Salvador Mora ao Lado”, “Derrubando Golias”, “Ele Escolheu os Cravos”, “3:16” e outros. Ao todo o pastor americano tem mais de 70 títulos, tendo mais de 65 milhões de exemplares vendidos no mundo.

Com informações Folha de SP




Deixe seu comentário!